Como criar uma newsletter incrível para a sua marca

Se você é um empreendedor do e-commerce, sabe que a publicidade é um dos pilares para o sucesso da sua marca: as campanhas e estratégias de marketing, afinal, desempenham um papel central no alcance orgânico da loja e na conquista de novos clientes. E uma das estratégias mais poderosas é a newsletter.

Apesar de ser uma ferramenta de peso para marcas que já possuem estratégias de inbound marketing, as newsletters não são tão comuns dentro do e-commerce brasileiro.

Poucos empreendedores sacaram que, com uma newsletter virtual, é possível estabelecer um canal direto de comunicação com clientes já fidelizados e também com clientes em potencial.

As newsletters também podem comunicar promoções, novos produtos ou mesmo novidades no site ou no blog da loja – e a melhor parte é que você não precisa fazer grandes investimentos para construir mensagens cativantes e visualmente interessantes.

Como nós acreditamos no potencial das newsletters enquanto canal de marketing para o e-commerce, decidimos criar um pequeno guia recheado de informações relevantes sobre o tema.

Hoje, vamos definir o que é newsletter, mostrar como criar uma newsletter, compartilhar algumas dicas do que não pode faltar em uma mensagem desse tipo e, claro, listar alguns dos sites e ferramentas com bons templates. Quem sabe o seu modelo de newsletter não está escondido em um dos nossos 6 recursos?

O que é newsletter? Algumas definições

Afinal, o que é newsletter e como funciona?

A newsletter – também conhecida como boletim informativo – é uma técnica ou estratégia de marketing que pode ser usada para diferentes propósitos e em diferentes espaços.

Você pode, por exemplo, criar newsletters como parte da sua campanha de e-mail marketing ou então como um complemento ao blog da loja; como um recurso para clientes que não apresentam altas taxas de engajamento nas redes sociais, mas que se mostram mais receptivos à mensagens periódicas por e-mail… A lista de possibilidades é imensa.

Atenção: o fato de que a newsletter pode ser parte de uma campanha de e-mail marketing não significa que ela só possa existir como tal.

Enquanto o e-mail marketing tem como objetivo principal conquistar vendas, a newsletter tem como finalidade a produção de conteúdos relevantes.

É claro que você pode usar a newsletter para comunicar promoções e ofertas; contudo, é sempre bom lembrar que o foco desse espaço é outro.

Além disso, parte da definição para a pergunta “o que é newsletter” é o fato de que essas mensagens só são entregues para um grupo restrito de clientes e assinantes – pessoas que voluntariamente optaram por receber a newsletter da marca.

Um anúncio promocional via newsletter, portanto, terá um alcance bem curto.

O grande barato da newsletter é o fato de que você pode usar o espaço para estabelecer uma comunicação direta com a sua base de clientes, mostrando os valores da marca e compartilhando iniciativas que possam ser de interesse do público-alvo.

Opa, mas pera aí: não dá para fazer o mesmo nas redes sociais, com os Stories do Instagram, posts no Facebook e vídeos no YouTube?

É claro que sim; o problema é que as redes sociais estão sujeitas a mudanças de algoritmos e atualizações inesperadas que têm impacto direto na forma como os usuários recebem esses conteúdos.

A newsletter, portanto, é um espaço isento a essas mudanças, que permite criar e comunicar informações relevantes para os seus clientes. Quanto mais relevantes, exclusivos e dinâmicos os conteúdos compartilhados, maior será o interesse dos seus clientes; e, quanto maior o interesse, maior o sucesso da newsletter.

Como uma newsletter (ou um modelo de newsletter) pode ajudar minha loja?

Se a história dos algoritmos ainda não foi o suficiente para te convencer, então é só lembrar o seguinte: por mais que as redes sociais tenham experimentado um crescimento assombroso nos últimos anos, o e-mail sempre fez (e possivelmente sempre fará) parte do modo como usamos a internet.

Além disso, o e-commerce é uma área competitiva: os concorrentes muitas vezes são fortes, e é essencial que você saiba utilizar todos os recursos disponíveis para conseguir se destacar.

Outra vantagem já mencionada das newsletters é o baixo custo da estratégia: diferente do marketing de influência e de outras estratégias pagas, como o Facebook Ads, as estratégias de newsletter geralmente não custam nada (ou custam muito pouco) para serem implementadas.

Isso faz da newsletter um recurso especialmente interessante para empreendedores de primeira viagem ou com pouca verba para publicidade.

Embora não custe nada em termos monetários, a criação, o gerenciamento e a implementação de uma estratégia de newsletters é um processo que demanda muito tempo.

Além de procurar imagens de alta qualidade e criar, revisar e editar o conteúdo de texto, você precisará escolher a ferramenta ou o site para criar a newsletter e gerenciar as listas de e-mail.

Mas isso, vale lembrar, é um trabalho temporário: depois que você determinar o template a ser usado e as imagens principais, é só fazer alterações de conteúdo e incluir as informações relevantes.

Agora, então, está na hora de começarmos a mostrar como criar uma newsletter.

Como fazer uma newsletter: elementos que não podem faltar em modelos de newsletter

Compilação de contatos

Antes de criar as suas newsletters, você precisa ter uma lista de e-mails: afinal, não adianta criar mensagens incríveis se você não tem para quem enviá-las!

A primeira coisa a fazer, então, é conquistar os seus clientes já fidelizados: a ideia de receber uma newsletter precisa ser atraente, e é crucial que você destaque os benefícios de receber essas mensagens por e-mail.

Segmentação de contatos

Depois de compilar os endereços de e-mail dos seus clientes, está na hora de segmentá-los para que você possa identificar quem quer ou pode receber qual tipo de mensagem.

O processo de segmentação é bem parecido com o princípio por trás das estratégias do marketing de segmentação: separar, em grupos, pessoas que tenham dados ou traços semelhantes.

A divisão de grupos vai depender do nicho da sua loja, do tipo de produto ou serviço que você está oferecendo e, claro, do tipo de público-alvo que você cultiva.

A segmentação é um passo essencial para garantir que os seus clientes recebam apenas newsletter relevantes: clientes fidelizados e com um longo relacionamento com a loja, por exemplo, podem receber mensagens diferentes do que clientes que acabaram de realizar a primeira compra.

O mesmo vale para segmentações em idade ou faixa etária: um público mais jovem certamente vai gostar de saber que a marca agora tem uma hashtag exclusiva para o Instagram e uma parceria com marcas de pegada sustentável.

Lembre-se: quando definimos o que é uma newsletter, ressaltamos a necessidade de enviar mensagens relevantes.

Quanto mais detalhada for a segmentação de clientes, maiores serão as chances de que eles recebam newsletters compatíveis com o tipo de interesse que eles demonstram na marca.

Descontos exclusivos para assinantes

Para conquistar o e-mail de novos clientes ou clientes em potencial, uma boa estratégia é oferecer um cupom de desconto em troca do endereço de e-mail.

Você pode, por exemplo, criar um pop-up para o site da loja que oferece 10% de desconto caso a pessoa se cadastre para receber a newsletter da marca. Como o cadastro é apenas o endereço de e-mail, o cliente possivelmente ficará tentado a aceitar a proposta – e você conquistará mais um e-mail valioso para a sua estratégia.

Honestidade é a alma do negócio

A criação do texto para newsletter é uma etapa importante – só que mais importante ainda é comunicar aos seus clientes o que eles podem esperar desse tipo de conteúdo.

Não tenha medo de ser honesto e explicitar o tipo de informações e temas que você pretende abordar na newsletter. Você pode fazer isso tanto no processo de aquisição dos endereços de e-mail como na primeira newsletter enviada, que funcionará como uma espécie de “mensagem de boas-vindas”.

Além de ser bom para a sua marca e para o relacionamento entre loja e clientes, esse tipo de comunicação honesta pode fazer maravilhas pelo engajamento do cliente: ele possivelmente será mais responsivo ao conteúdo enviado e se mostrará mais disposto a interagir com a mensagem.

Opção de assinatura da newsletter no check-out da loja

Além do pop-up com desconto, você também pode incluir uma opção de assinatura da newsletter no check-out da loja.

Pode parecer pouco, mas é uma tática que costuma gerar bons resultados: um cliente que está no processo de check-out já está disposto a gastar dinheiro na loja, o que significa que ele possui interesse concreto em saber mais sobre a marca.

Periodicidade/frequência de envio

Outro fator incrivelmente importante do como montar uma newsletter é a frequência de envio, que não só ajuda a evitar que as suas mensagens sejam marcadas como spam mas também delimita os parâmetros a longo prazo da sua estratégia.

Se a ideia é criar uma newsletter que acompanhe o desenvolvimento e a trajetória da sua loja, você não precisa definir uma frequência muito alta de envio: uma vez a cada 15 dias ou mesmo uma newsletter mensal podem funcionar super bem.

Não se deixe enganar por aquelas marcas que enviam newsletters quase todos os dias ou toda semana: no final, não passa de um esforço em vão. Além de enviarem conteúdos fracos e repetitivos, essas marcas acabam sendo sinalizadas como spam pelos provedores de e-mail.

E, claro, não podemos deixar de pensar nos clientes: por mais que eles tenham optado por receber a newsletter da marca, não significa que eles queiram ser inundados por mensagens todos os dias. Isso só vai fazer com que eles optem por cancelar a assinatura, o que não vai ser bom para a sua loja.

Versão em texto simples

Se você quer que a sua newsletter seja lida pelo maior número possível de pessoas, é importante que ela seja compatível com os mais diversos dispositivos e aparelhos móveis.

Para evitar aquele cliente frustrado com uma mensagem de e-mail que não carrega, crie uma versão de texto simples e uma outra com HTML completo, que exiba todas as imagens e conteúdos interativos.

Lembre-se: o processo de como fazer uma newsletter não está restrito às listas de e-mail, às cores utilizadas e ao tipo de conteúdo. É essencial que você considere todos os mínimos detalhes.

O rodapé também importa

Os melhores exemplos de newsletter que vemos pela internet são aqueles que possuem um design cativante, um esquema de cores agradável e uma arte realmente exclusiva – mas há um outro detalhe importante: o rodapé.

O rodapé é o espaço no qual você delimitará a identidade concreta da sua marca: nome do remetente, um “Quem somos”, o e-mail de contato, links e ícones para os perfis da loja nas redes sociais.

Outro recurso que não pode faltar no rodapé é o link para cancelar a assinatura. É sempre uma pena perder um assinante, mas isso acontece. Não adianta nada ficar escondendo ou dificultando o processo de cancelamento, porque isso não vai fazer com que o cliente desista da ideia.

De novo: a honestidade é a alma do negócio.

Avaliação de desempenho

Outra etapa importante de como fazer uma newsletter é saber avaliar e medir o desempenho dos e-mails enviados: esses resultados vão mostrar o que funcionou e quais são os pontos que precisam ser modificados.

Algumas das métricas para ficar de olho são o número de cancelamentos de assinatura, a taxa de abertura e a taxa de click-through.

Como criar uma newsletter: dicas de design e template

Antes de mostrarmos algumas ferramentas e sites para criar newsletters, é importante lembrar que o design da sua mensagem vai depender do tipo de newsletter que você está querendo criar.

Newsletters com promoções e ofertas

Em uma newsletter que tem como objetivo anunciar uma nova oferta ou uma temporada de vendas, como o Black Friday, o foco deve estar nos produtos e itens que serão ofertados no site.

Você também pode incluir detalhes interessantes, como o processo de fabricação do produto ou então alguma parceria que terá um impacto direto nos lucros das vendas; isso aumentará a expectativa e também deixará os clientes já alertas pelo que vem por aí. Se possível, tente incluir vídeos e outros recursos visuais.

Newsletters com notícias e novidades

Newsletters com novidades costumam apresentar um caráter mais informacional e, por isso mesmo, porções maiores de texto.

Para facilitar a leitura, você pode desmembrar esse conteúdo em parágrafos de até 3 linhas – e investir em uma fonte agradável e compatível com o layout da mensagem.

Tente incluir imagens exclusivas sempre que possível; de preferência, algumas que ainda não foram para as redes sociais ou para o blog da loja.

Sites e ferramentas para criar uma newsletter

Outra etapa importante do processo é, claro, escolher a sua ferramenta para criar newsletter!

Abaixo, separamos os 6 melhores recursos para empreendedores interessados em como criar newsletter.

Canva

O primeiro lugar da nossa lista de ferramentas para interessados em como criar uma newsletter vai para o Canva.

Nós já falamos do Canva quando listamos os melhores apps e ferramentas para criar logotipos, e a plataforma realmente é um recurso poderoso para empreendedores e lojistas do e-commerce.

Além de possuir um plano gratuito de assinatura, o Canva conta também com um gerador online de newsletters, recheado de modelos de newsletter absolutamente lindos e recursos incríveis de edição.

99designs

O 99designs é conhecido por ser uma plataforma que conecta designers e profissionais que estão interessados em adquirir um produto como layout, logotipo, cartão de visita e, claro, modelos de newsletter.

É importante lembrar que a plataforma não é um recurso de criação autoral, como o Canva: o que acontece no 99designs é diferente, pois você está contratando um profissional que criará um modelo para você.

Isso significa que o processo costuma ser mais custoso – mas, se você estiver com um bom orçamento para isso, vale a pena investir.

Se você quer outros recursos que mostrem como fazer uma newsletter, calma! Ainda temos mais 4 indicações.

MailStyler

Outra ferramenta interessante é o MailStyler, que conta com uma versão de teste gratuita e funciona de maneira totalmente intuitiva, seguindo o bom e velho modelo de arrastar e colar.

Ainda que não tenha modelos de newsletter já prontos, o MailStyler conta com uma quantidade enorme de cabeçalhos, rodapés e blocos de texto já pré-preparados: cabe a você unificar tudo da maneira que julgar melhor.

MailKitchen

Outro site interessante é o MailKitchen, que além de ser uma ferramenta com modelos de newsletter também é uma plataforma para criar e gerenciar campanhas de e-mail marketing.

Vale destacar que o site também possui um plano de assinatura gratuito.

Mailchimp

O Mailchimp é um dos melhores sites para a criação, o envio e o gerenciamento de newsletters do mercado.

Além de contar com modelos já prontos, é possível editar um modelo de newsletter da forma como você quiser. A plataforma também ajuda a delimitar os parâmetros da campanha de e-mail marketing e oferece uma solução completa para estratégias de e-mail.

O Mailchimp também conta com planos de assinatura gratuitos e pagos, mas vale lembrar que ele está disponível apenas em inglês.

Tinyletter

O Tinyletter é a solução do Mailchimp para pessoas que só estão interessadas em criar newsletters, e não em campanhas robustas de e-mail marketing.

Embora também esteja disponível apenas em inglês, o Tinyletter é incrivelmente intuitivo e simples, e permite criar e editar um modelo de newsletter sem grandes dificuldades.

Você pode criar a sua newsletter ainda hoje

Agora que você já sabe o que é newsletter e de que forma ela pode ajudar o crescimento da sua empresa, está na hora de arregaçar as mangas e elaborar o seu próprio modelo de newsletter.

Lembre-se de que é tudo uma questão de ir testando e ajustando de acordo com os resultados coletados: verifique o que funciona melhor para a sua loja, o tipo de newsletter que gera mais respostas dos seus clientes e os designs que mais agradam.

Se estiver com alguma dúvida, é só falar com a gente pelos comentários!

Quer saber mais?

Nós usamos cookies para melhorar o desempenho do site e criar uma experiência de navegação totalmente exclusiva. Se você aceitar navegar pelo nosso site, estará aceitando também a nossa política de privacidade.