O que vender na internet?

what-should-I-sell-800x470-c

Se você tem vontade de empreender, provavelmente está se perguntando quais produtos você deve vender pela internet. Por isso, decidimos escrever um guia para ajudar você e outros empreendedores indecisos a decidirem o que vender online – com o dropshipping. Se você está querendo saber como vender produtos pela internet, então está no lugar certo!

Tendo isso em mente, é bom enfatizar que esta post contém dicas e truques importantes para encontrar produtos que realmente vendem. Para dar vida a essas ideias de dropshipping, vamos explorar como usar o Google Trends para determinar exatamente o que vender pela internet, focando em produtos que vão gerar lucros reais.

Este artigo está estruturado em duas partes. A primeira fala sobre como gerar ideias de dropshipping, e a segunda discute como filtrar os produtos que serão vendidos na sua loja virtual (e também mostra como vender produtos pela internet). O nosso objetivo é fornecer um roteiro para gerar ótimas ideias de dropshipping e, em seguida, compartilhar algumas informações para filtrar estrategicamente aquelas que não valem o investimento.

Este artigo pode ser útil para todas as startups de comércio eletrônico, bem como pequenas empresas e empresas de médio porte que estão à procura de novas ideias de dropshipping e que desejam vender pela internet produtos com maiores margens de lucro.

Por que vender pela internet com o dropshipping?

Antes de começarmos a falar sobre o que vender pela internet, aqui vai uma explicação rápida sobre o dropshipping e os benefícios deste modelo de negócios.

O dropshipping é um modelo de comércio eletrônico e funciona da seguinte forma: os comerciantes importam produtos de fornecedores terceirizados e os vendem em suas lojas online. Desta forma, eles reduzem os custos e as responsabilidades com o estoque das mercadorias. Os dropshippers – como são chamados os donos desse tipo de comércio virtual – conseguem, assim, estipular a própria margem de preços e administrarem seus negócios de praticamente qualquer lugar do mundo. Isso significa, portanto, que o dropshipping é também exclusivo para lojistas e empreendedores que desejam vender produtos pela internet.

O dropshipping também dá aos empreendedores de e-commerce a oportunidade de se manterem a par das tendências atuais, o que se traduz na flexibilidade de poderem facilmente substituir os produtos vendidos nas lojas virtuais para acompanharem as mudanças no mercado. Estes são apenas alguns dos benefícios do dropshipping em relação aos e-commerces mais tradicionais. Para gerar lucros reais, tudo o que você precisa é fazer é encontrar os produtos certos e vendê-los para o público certo, no momento certo. Agora, vamos explorar algumas das melhores práticas para gerar sucessos certeiros no dropshipping.

O que vender pela internet (e como vender online) – com o dropshipping

o-que- vender na-internet

Brainstorming de ideias para o dropshipping

Ninguém quer começar algo com uma página em branco. E nem precisa! A sua cabeça já está cheia de boas ideias de dropshipping: pense nos seus passatempos, nos produtos que gosta e que aparecem sempre em alta nas listas do Google Trends, além daquelas paixões recém-descobertas. Que tal começar explorando a riqueza de informações e inspirações que você já tem na sua cabeça?

Escreva tudo o que vier à mente. Pense naquele produto que você sempre procurou para vender, mas nunca encontrou. Não importa se você acha que o produto venderá bem ou não – e não desmereça a importância desta etapa. Ela atuará como uma base importante para completar as próximas.

Ainda em dúvida sobre o que vender pela internet? Pesquise outras lojas

Na década de 1980, o fundador do Walmart, Sam Walton, foi preso por ficar se arrastando pelo piso de algumas lojas da concorrência. Pode soar estranho, mas mais tarde ele explicou a um amigo que estava medindo os espaços entre as prateleiras dos produtos para determinar como os seus concorrentes exibiam as mercadorias.

Na época, o Walmart tinha uma receita de mais de US$ 400 milhões em vendas, mas Walton sabia que poderia ganhar muito mais se ele aprendesse as técnicas que seus concorrentes estavam usando para vender seus produtos.

A dica, aqui, é: ao navegar por outras lojas online, repare nas ofertas, nas listas dos mais vendidos e nos produtos em destaque. Veja como elas estão colocando em prática a estratégia de vender produtos pela internet.

Muitas lojas têm uma quantidade enorme de dados e empregam departamentos inteiros para organizar suas vendas e selecionar seus produtos. Use essa informação a seu favor. Navegue muito e com frequência. Isso vai te ajudar a encontrar grandes ideias de dropshipping.

Aqui vai um link recheado de recursos que você deve ter em mente quando estiver planejando a sua estratégia de dropshipping; vale lembrar, afinal, que este é um dos melhores canais para testar novas ideias de produtos e testar o que você pode ou não vender pela internet.

Que tal fazer uma lista só com as ideias de produtos que te inspiraram?

Visite redes sociais de marcas e lojas para ter mais ideias de dropshipping

Qualquer empreendedor de sucesso sabe que plataformas como o Pinterest, o Instagram e outros sites altamente visuais são o lugar certo para quem está atrás de ideias de produtos ou quer descobrir como vender produtos pela internet; afinal, há ali uma enorme quantidade de produtos do mundo inteiro – e todos podem ser facilmente analisados e classificados por sua popularidade, tendências atuais, categorias as quais pertencem e muito mais.

Esses sites costumam ser ignorados na hora das pesquisas, mas a verdade é que essas plataformas são valiosíssimas na hora de obter informações sobre quais tipos de produtos estão se destacando na internet e caindo no gosto dos consumidores de um dia para o outro. Além disso, são excelentes locais para você aprender como vender online.

O ideal, portanto, é que você tenha ao menos um pefil em cada site. Inscreva-se em diferentes categorias e listas. Siga o que as pessoas estão gostando e favoritando no momento e adicione esses produtos à sua lista. Quando você está constantemente buscando inspirações, boas ideias de dropshipping com grande potencial de lucro começam a surgir naturalmente.

Peça ideias de produtos aos seus amigos

Na próxima vez que for beber com amigos, faça uma lista com alguns produtos do Google Trends e peça a opinião deles. Não se limite à sua própria esfera social e demográfica: converse com pessoas de todas as idades e origens para conseguir juntar uma boa variedade de ideias de dropshipping, além de perspectivas diferenciadas sobre o que vender pela internet (e como vender online). Você provavelmente vai acabar descobrindo ideias de dropshipping que antes nem tinham passado pela sua cabeça – e isso otimizará a sua loja virtual.

Olhe ao seu redor para ter mais ideias sobre o que vender pela internet

Olhe ao redor da sua casa, do seu local de trabalho e dos lugares no seu bairro que você visita com frequência. Existem produtos que você não pode viver sem? Quais produtos tornariam sua vida mais fácil? Existe alguma coisa difícil de ser encontrada nos supermercados ou nas lojas locais? As respostas a essas perguntas podem conter o segredo para vender produtos online que gerem lucros reais.

Considere o seguinte: Howard Schultz teve a ideia de abrir um café durante uma viagem à Itália, e mais tarde deu à sua loja o nome de Starbucks. Muitas ideias de dropshipping podem surgir durante uma viagem, ou estarem igualmente presentes na vida cotidiana, só esperando até que sejam notadas. Comece a usar a sua vida diária como fonte de informação para obter ideias de produtos: fique atento e reconheça as oportunidades. Ao adotar esse tipo de mentalidade, você vai começar a ver diariamente centenas de produtos em potencial para sua loja online, além de ótimas ideias de dropshipping.

Quando estiver na fase da idealização, você vai montar rapidamente uma lista com os melhores produtos de dropshipping para sua loja. Seja um bom observador, leve um caderninho de anotações para tudo quando é lugar e lembre-se de escrever tudo o que encontrar de interessante.

Sites que devem ser evitados ao fazer sua lista com ideias de produtos para o dropshipping

Ao elaborar sua lista de produtos para vender pela internet, evite pesquisar em sites de publicidade e tendências. Não é que eles sejam ruins. Na verdade, eles são excelentes, mas para outros fins. Quando se trata de gerar ideias de produtos e decidir o que vender (e como vender online), no entanto, esses sites normalmente publicam coisas que muitas vezes estão fora do alcance do comerciante médio – e não é raro encontrar anúncios ou pesquisas que simplesmente não são mais relevantes, ou então ideias de produtos com itens que são muito difíceis de serem obtidos para fins de dropshipping. Eles até podem representar boas ideias de dropshipping ou boas dicas sobre como vender produtos pela internet, mas talvez eles não sejam necessariamente os mais indicados para sua loja. Por exemplo, como você usaria o dropshipping para importar e promover fragrâncias inspiradas em ervas? Pense nisso.

Como ser bem-sucedido com o dropshipping? Próximos passos

Depois que você estiver com uma boa lista de produtos para dropshipping em mãos, estará na hora de começar a refiná-la. Para isso, vamos aprender como e quais filtros usar para reduzir a lista de forma que ela contenha apenas os melhores produtos para o seu e-commerce.

*   Observe que sua lista de ideias de dropshipping é uma obra inacabada, ou seja: enquanto você estiver buscando inspirações e descobrindo novas tendências, a lista permanece aberta.

Filtre produtos no Google Trends

Qualquer um pode importar dezenas de produtos que aparecem no Google Trends em apenas alguns minutos. A parte complicada, no entanto, é descobrir o que vender pela internet – levando em consideração o que se encaixa melhor na sua campanha de marketing, a melhor maneira de exibir os produtos na sua página inicial e, o mais importante, como fazer tudo isso de forma que as suas escolhas se encaixem perfeitamente no contexto da marca. Além disso, não podemos esquecer que você já precisa estar mais ou menos acostumado ao processo de como vender produtos pela internet antes de começar esta etapa.

Lembre-se: os tipos de produtos em alta no Google Trends são itens que vão atrair muito tráfego para sua loja. Depois de ter determinado quais serão os produtos-estrela da sua lista, não perca tempo e comece a preencher o resto da sua loja com produtos complementares e relacionados aos que já constam na sua lista.

na-su-lista

Use filtros de segmentação para gerar ideias de dropshipping e avaliar como vender online

Com o surgimento do dropshipping, lojas segmentadas viraram tendência. Hoje, esse tipo de comércio online deixou de ser apenas uma novidade na área e passou a ser visto como uma comprovada estratégia de sucesso.

Faz sentido: brigar com grandes lojas pela atenção dos consumidores é uma luta inútil. Por isso, é bom evitar categorias que sejam muito amplas ou gerais. As pessoas já são diariamente expostas a milhares de ofertas.

Em vez disso, procure vender produtos específicos que não sejam oferecidos pelos grandes gigantes do mercado. Por exemplo, não existe um grupo de interesse específico para um sapato de salto qualquer, certo? Mas você pode facilmente usar o argumento de que um certo equipamento de ciclismo tem tudo a ver com apaixonados por bicicletas. Encontre seu nicho. Se você conseguir ideias de dropshipping segmentadas no mercado online, vai aumentar as suas chances de ter lucros reais com a sua loja virtual.

Categorias que devem ser evitadas

Mesmo que alguns dos produtos destas categorias se sobressaiam aos seus filtros, é essencial refinar a sua seleção de produtos.

As categorias de produtos que devem ser evitadas são aquelas que cresceram significativamente na última década – e cujos produtos já são comercializados um número bastante alto de comerciantes virtuais grandes e de médio porte. Se alguma categoria desse tipo estava na sua lista de produtos pela vender pela internet, é melhor riscá-la!

Basta olhar para as taxas de crescimento do comércio eletrônico: os livros e as joias certamente não são os maiores responsáveis por essa alta. Celulares, itens de informática e games estão entre os produtos mais vendidos da internet brasileira. Isso também significa que os consumidores já têm as suas lojas de preferência – e que você já tem uma dica bem valiosa sobre como vender produtos pela internet.

Risque da sua lista as seguintes categorias: celulares, itens de informática e games. Você vai precisar ser mais específico se quiser encontrar um bom nicho de mercado.

Atenção: isso não quer dizer que você precisa eliminar completamente essas categorias. Uma opção, por exemplo, é vender pela internet itens de informática que não sejam facilmente encontrados, como peças específicas de hardwares antigos, ou jogos de vídeo games vintage. Se você optar por seguir este caminho, procure – e com muito cuidado – uma subcategoria interessante que tornará a sua loja única. Não caia na armadilha da venda em categorias gerais, e analise com muito cuidado o processo para vender online esse tipo de produto.

Como precificar os seus produtos (e como vender produtos pela internet com sucesso)

Existem algumas regras gerais a serem lembradas: quanto maior o preço, mais argumentos você precisará na hora de vender pela internet.

Burc Tanir, CEO da Prynsic, diz que o preço importa e muito, e que cerca de 20% do tráfego de sites de e-commerce vêm dos vários sites de comparação de preços existentes por aí – algo que impacta, e muito, o modo como vendemos online. Os preços da sua loja devem levar em conta os seus custos, o seu plano de expansão e precisam, é claro, estar de acordo com as práticas do mercado. Outro fator importante é ficar de olho nos preços praticados pelos seus concorrentes.

Preços baixos têm uma taxa de conversão geralmente maior, porque a compra exige menos reflexão por parte do consumidor. E você normalmente não vai precisar oferecer tanto suporte ao cliente com itens mais baratos. Por estas razões, você aumenta as chances de sucesso da sua loja nos mercados em desenvolvimento.

No Brasil, recomenda-se um preço de venda na faixa de R$ 120 e R$ 180 para obter bons lucros. Além disso, com o dropshipping, é possível vender e entregar produtos em todo território nacional.

Mas é importante ter em mente que, embora R$ 50 possa não ser muito para as pessoas que vivem no Sudeste do Brasil, essa quantia pode representar um valor significativo para consumidores de outras regiões do país. Por isso mesmo, sempre vale a pena pesquisar diferentes mercados quando precisar decidir onde e como vender produtos pela internet. Talvez seja o momento de olhar novamente a sua lista de produtos e riscar dela aquelas ideias mais caras.

Use filtros de canais de marketing para aumentar suas vendas

Depois de aprender como vender online os produtos que têm potencial para gerar bons lucros, é hora de pensar na sua estratégia de marketing – afinal, ter boas ideias de dropshipping não é o suficiente. Você deve ter um plano que explique como você vai vender esses produtos, e este é um aspecto crucial para ser bem-sucedido no comércio eletrônico.

Uma estratégia de marketing eficaz é a melhor maneira para se destacar dos seus concorrentes e se familiarizar com os diferentes canais de marketing à sua disposição. Em outras palavras: canais de marketing diferentes funcionam para produtos diferentes no Google Trends. Ao escolher um produto, o próximo passo é saber como vender online –  e qual canal de marketing utilizar para ter melhores resultados.

Fazer publicidade de uma capinha de celular de R$ 400 folheada a ouro no Facebook pode não ser uma boa ideia, mas talvez você possa ter sucesso se anunciá-la no Google Adwords. Uma capinha de celular de luxo não é uma compra espontânea, e na maioria dos casos as pessoas pesquisam bastante para obter mais informações sobre o produto – inclusive em quais lojas ele está sendo vendido.

A verdade é que não há uma receita certa para escolher uma boa estratégia de marketing e muito menos para decidir como vender pela internet. Nas compras espontâneas, por exemplo, a estratégia de marketing requer criatividade, pois a decisão é feita ali, na hora. Consumidores que navegam usando tablets são mais “entusiasmados” para as compras, já entre os usuários de smartphones, 51% tendem a comprar mais por impulso quando o site é otimizado para a versão mobile. Nesse contexto, a sua estratégia de marketing deve levar esses consumidores e seus hábitos de navegação online em consideração, além de custos, esforços, canais e o retorno do investimento. Existem por aí muitos guias e listas de canais de marketing, mas nenhum deles posiciona o marketing do ponto de vista do inventário.

De fato, existem dezenas de canais de marketing, mas duvido muito que estratégias de Relações Públicas, co-branding ou vídeo marketing sejam as opções certas para quem está apenas começando. Porém, o marketing de afiliados é algo para se ter em mente no futuro.

Lembre-se de avaliar seus recursos (tempo, dinheiro, conhecimento) e, em seguida, selecione um ou dois canais de marketing que sejam viáveis dentro da sua realidade, como os Facebook Ads. Em seguida, risque da sua lista todas as ideias que não se adequam a esses canais.

Produtos do Google Trends e filtros de palavras-chave para vender online

Os produtos em alta no Google Trends e as ferramentas de palavras-chave são itens obrigatórios para quem está usando o Google Adwords como canal de marketing, ou então para quem está tentando aumentar o tráfego orgânico do site, pois eles mostram quais produtos estão em alta no momento. Além disso, com essas ferramentas, você pode verificar se há demanda real para suas ideias de produtos de dropshipping.

Ferramentas para busca de palavras-chave

Dê uma olhada nas ideias de produtos que restaram na lista. Insira cada nome de produto e suas variações no Planejador de palavras-chave do Google. O sistema irá, então, gerar dados sobre a competitividade das palavras, o que lhe dará uma indicação de como anda a concorrência para esses produtos. Quanto mais competitiva a palavra-chave, mais caro será usá-la no Google Adwords.

Selecione “Ideias de palavras-chave” e veja a quantidade de buscas recebida por cada palavra-chave de baixa competitividade. Se o seu e-commerce ainda está dando os primeiro passos, é bom prestar atenção nas palavras-chaves pouco buscadas, já que elas ficarão mais em conta no seu orçamento – além de terem pouca concorrência.

Digamos que você conseguisse um tráfego enorme e apenas 2% dos clientes em potencial comprassem em sua loja. Essa demanda seria suficiente? A chave é encontrar um ponto ideal entre uma demanda substancial e uma concorrência mínima o suficiente para que seus produtos se destaquem na multidão.

sizes

Google Trends

Vá para o Google Trends em português e faça o mesmo exercício. Insira cada uma das ideias de produtos na caixa de pesquisa e determine as tendências de interesse, com base no volume de pesquisa. Você não apenas vai ver o que está atualmente em alta, como também vai poder visualizar dados sobre a frequência de uma determinada pesquisa por palavra-chave ao longo do tempo.

A tendência está aumentando ou diminuindo? Existem padrões? Você vê algum pico? Estas informações podem ser muito úteis para decidir se é o momento certo para vender um determinado produto. O Google Trends também pode te ajudar a ter uma compreensão mais clara do comportamento do consumidor, pois você pode visualizar dados de pesquisa por região geográfica.

Como usar essas ferramentas para decidir o que vender (e como vender produtos pela internet)

Em geral, você deve evitar categorias de produtos que tenham pouco ou nenhum tráfego de pesquisa (menos de 500 pesquisas mensais). Se você planeja crescer organicamente, descarte também todas as ideias de produtos que têm alta concorrência no Planejador de Palavras Chave do Google. O objetivo é encontrar um ponto de equilíbrio entre um volume de pesquisa que não seja muito competitivo, mas ainda assim alto o suficiente para indicar que há demanda por um produto.

Determine o que vender na internet usando o filtro de sazonalidade

google trends2

Embora seja empolgante ver que há picos na busca de produtos no Google Trends por um item que você quer vender, seja cauteloso.

Pode ser que o produto esteja em alta demanda simplesmente por causa da época do ano. Por exemplo, evite produtos sazonais como decorações de Natal ou itens apenas usados no inverno. Ao se concentrar em itens sazonais, você está reduzindo o seu ciclo de vendas.

A maioria das vendas de decoração de Natal ocorre em novembro e dezembro. Estas são provavelmente algumas das melhores ideias de dropshipping para esta época do ano, mas é essencial ter em sua loja produtos que têm saída o ano todo. Dedique algum tempo para pensar em ideias de dropshipping para a sua loja que não sejam sazonais.

Seja cauteloso: use o filtro de direitos autorais

Tenha cuidado ao comprar produtos de marca para a sua loja, pois nem sempre é fácil encontrar fornecedores que vendam produtos protegidos por direitos autorais. Se você está negociando produtos protegidos por direitos autorais com fornecedores pouco conhecidos, as chances de acabar vendendo mercadoria falsificada são bem altas.

Itens com logotipos e design que são iguais ou mesmo semelhantes a outras marcas podem acarretar problemas com a lei, ou ainda prejudicar a reputação de sua empresa. Ao selecionar itens para sua loja, cautela nunca é demais.

Sugerimos que você risque da lista tudo que se assemelhe a uma já marca existente e, em vez disso, concentre-se na construção de sua própria marca. Isso é mais sustentável a longo prazo e resultará na criação de uma empresa da qual você possa se orgulhar.

Algumas considerações finais sobre o que vender na internet

Até aqui você conseguiu refinar a sua lista com base em estratégias comprovadas, e agora restaram as últimas ideias de dropshipping. O último filtro importante a considerar é a concorrência. Ao riscar da sua lista categorias gerais e muito amplas, conforme sugerido acima, você já evitou a concorrência com revendedores gigantes como a Amazon. Ainda assim, não pense que você foi a única pessoa que teve a ideia de vender produtos segmentados.

Avaliar a sua concorrência é uma tarefa contínua, e há muitas maneiras de executá-la – no entanto, uma coisa é certa: você precisa verificar se os produtos que você está prestes a comercializar já não estão banalizados em outros sites.

Um truque simples para te ajudar

Pesquise um produto no Google e, em seguida, tente fazer uma pesquisa de imagens do produto. Veja quantas lojas têm itens similares à venda. Se você estiver fazendo dropshipping, a maioria dos donos de lojas provavelmente terão as mesmas imagens. Encontre seus concorrentes e, em seguida, verifique a estratégia de preços deles, índice de popularidade e tráfego e os canais de marketing que eles estão usando. Descarte todas as ideias de produtos cuja concorrência já é muito grande.

Por último…

Como empreendedor do comércio eletrônico, você precisa de um processo integrado para selecionar produtos e descobrir quais itens realmente têm potencial de lucro para a sua empresa. Muitas vezes, as pessoas escolhem ideias de dropshipping sem fazer uma consideração cuidadosa, o que desperdiça muito tempo e esforço.

Use os filtros sobre os quais falamos aqui nesse artigo para refinar as suas ideias e chegar a uma lista final com os produtos a serem vendidos. Aproveite o tempo para pesquisar e testar corretamente as melhores ideias de dropshipping para sua loja de e-commerce.

Ao pesquisar itens para vender online, quais produtos do Google Trends e ideias de dropshipping você utiliza? Conte para a gente nos comentários!

Quer saber mais?

Vem para o Oberlo

Venha para o Oberlo e ganhe uma conta no plano Starter.

Assine agora mesmo

Nós usamos cookies para melhorar o desempenho do site e criar uma experiência de navegação totalmente exclusiva. Se você aceitar navegar pelo nosso site, estará aceitando também a nossa política de privacidade.